recent posts

banner image

Balsas: Homem invade delegacia e é morto por policial

Compartilhe esta Notícia


Um homem identificado como Luís Fernando Franco Nascimento, de 21 anos, foi assassinado por um policial civil após ter invadido a Delegacia Regional de Balsas, a 590 km de São Luís. O caso aconteceu na madrugada desta segunda (28) para terça (29).

Segundo a polícia, Luís conseguiu pular o muro e entrou por uma janela da delegacia. Armado com uma faca, ele foi para uma das celas matar um adolescente que Luís tem uma desavença e estava apreendido. Posteriormente, o adolescente confirmou a rixa com Luís.

Segundo o delegado regional de Balsas, Fagno Vieira, um investigador que estava de plantão viu uma movimentação estranha e deu voz de prisão ao invasor, que teria reagido duas vezes e acabou morto com tiros na perna e no tórax.

“Foi ordenado que parasse e se deitasse no chão. Ele tentou avançar no policial. O policial o atingiu primeiramente na perna. Ainda ferido, ele correu tentando fugir, inicialmente, mas quando foi impedido de fugir por um policial, que mandou ele se entregar, ele avançou com a faca, foi baleado e veio a falecer em decorrência desses disparos que sofreu.

“A ordem aqui é que se tentar alguma agressão contra um policial, mas não vai ter duas conversas. Ele vai tombar, vai ser abatido”, contou o delegado.

Segundo a polícia, Luís Fernando tem uma extensa ficha policial por envolvimentos em assaltos a mão armada. Ele também teria sido responsável pelo furto de uma grande quantidade de armas e munição em uma casa no bairro São Luís, em novembro de 2018.


Fonte: g1 Maranhão
Balsas: Homem invade delegacia e é morto por policial Balsas: Homem invade delegacia e é morto por policial Reviewed by Blog do Victor Macedo on 17:54 Rating: 5

Um comentário:

Elton John disse...

Só uma observação: o homem foi morto após invadir a delegacia, não assassinado. Assassinato é o ato de matar alguém de forma intencional e ilegal, o que não é o caso. Ninguém que invada uma delegacia ou quartel espere receber flores, pois estas poderão até vir, mas muito tempo depois.

Tecnologia do Blogger.